Introdução

You are here:
Estimated reading time: 1 min

O presente Kit de implementação é um mecanismo para a partilha de informações confiáveis e relevantes sobre programa de planeamento familiar, baseados na comunidade. O kit tem como objectivo fortalecer da capacidade dos órgãos e organizações para planear, implementar, avaliar, promover e aumentar programas de Planeamento Familiar baseados na comunidade.

Este kit apresenta uma colecção de recursos cuidadosamente seleccionados para os formuladores de políticas de saúde, gestores de programas, prestadores de serviços, agentes de informação, e outros, e inclui experiência e as ferramentas de vários parceiros de implementação. O kit pode ser adaptado ou revistos para uso em contextos específicos e circunstâncias únicas de qualquer programa.

O planeamento familiar foi introduzido em 1978 e tornou-se Programa Nacional de PF em 1980 com o objectivo de: proteger e melhorar a saúde materna, em particular das mulheres com alto risco reprodutivo e, melhorar a saúde das crianças através da promoção do espaçamento de pelo menos 2 anos entre os nascimentos sucessivos. Em Moçambique a média de filhos por mulher é 5,5(IDS, 2003).

A taxa de prevalência de contraceptivos cresceu de 6% em 1997 para 17% em 2003 (IDS, 2003), no entanto existe uma diferença muito grande entre as diferentes províncias (Niassa 8% e Província de Maputo 30%). (IDS, 2003). Em termos de necessidades, estima-se que em 1999 70% das necessidades em PF nas zonas rurais e 30% nas zonas urbanas não foram satisfeitas (MISAU, 2004).

A finalidade é dar acesso à informação de modo a permitir aos casais e aos indivíduos decidir livremente e com responsabilidade o número de filhos e o espaçamento temporal entre eles e a assegurar o consentimento informado e o acesso a toda a gama de métodos contraceptivos seguros e eficazes.

Documentos de suporte

Was this article helpful?
Dislike 0
Views: 22