INTRODUÇÃO

You are here:
Estimated reading time: 1 min

O kit de prevenção positiva foi desenhado como um conjunto de acções integradas, centradas nas pessoas com conhecimento do seu seroestado como principais actores na melhoria da sua saúde e qualidade de vida, contribuindo para a prevenção de novas infecções e promoção de uma atitude de respeito pelas PVHIV, nas Unidades Sanitárias e na Comunidade.

Em Moçambique o conhecimento sobre as formas de prevenção difere consideravelmente consoante a província. Os homens residentes na região Sul conhecem melhor as formas de prevenção quando comparados com os homens das restantes regiões. Por exemplo, essa proporção atinge os 84% na província de Gaza e apenas 34% na província de Nampula. À semelhança dos homens, as mulheres da região Sul possuem maior conhecimento sobre a prevenção da transmissão do HIV. Em Inhambane e Maputo província, 75% conhecem ambas as formas de prevenção do HIV, comparando com 28% das mulheres de Nampula.

À medida que o acesso aos serviços de Aconselhamento e Testagem em Saúde (ATS), Tratamento Antiretroviral (TARV) e Prevenção da Transmissão Vertical (PTV) aumenta, um número cada vez maior de indivíduos seropositivos conhece o seu seroestado, o que representa uma oportunidade para direccionar mensagens de prevenção específicas para este grupo e ao mesmo tempo um desafio, uma vez que os indivíduos poderão ter comportamentos de risco, por se sentirem saudáveis e considerarem o TARV como sendo uma “cura”. Desta forma o presente kit coloca a intervenção de Prevenção Positiva como uma prioridade para reforçar a resposta nacional de prevenção

Documentos de suporte

Was this article helpful?
Dislike 0
Views: 32